Freiras Peladinhas

Aparentemente foi isso que a polícia de Dolores Hidalgo, uma cidade do México, queria ver. Duas freiras foram presas enquanto pediam esmolas (no Brasil, só isso já seria crime, né?) pois os policiais estavam à procura de duas pessoas que haviam efetuado um roubo vestidos(as) como freiras. Na delegacia as duas tiveram que tirar o hábito para provarem que eram realmente mulheres.

Freirinhas que ficaram peladas
Os trabucos As freiras que ficaram peladas (foto do El Mañana)

Dificil julgar os policiais por terem feito isso, olhando a foto das freirinhas (essa ai em cima) dá para entender porque eles desconfiaram. Dois trabucos, mendigando na rua de uma cidade pequena, em que acabou de acontecer um roubo em que os suspeitos estavam vestidos como freiras, é coincidência demais, não?

Na reportagem ainda falam que ela tiveram de pagar uma multa e abandonar a cidade.

Isso me levanta um ponto interessante, porque elas tiveram que pagar a multa? Alguma coisa de errado fizeram. Ou será que a multa foi só para a terapia que os policiais vão ter que fazer depois de verem essas escravas servas de deus peladas?

Outra coisa bacana eu só vi quando acessei diretamente o site da notícia: Elas não são freiras católicas, como dizem ser. São farsantes de outra denominação aleatória qualquer. A definição do arcebispo Lázaro Pérez é a melhor de todas (e sim, em espanhol funciona melhor):

“(…)las religiosas Josefina Rivera Mata y Juana Gómez Ángeles, detenidas y presuntamente desnudadas por policías del municipio de Dolores Hidalgo, son unas farsantes, ladronas y sinvergüenzas, que se disfrazan de monjas católicas, pero pertenecen a otro credo”

Parece que isso ainda vai dar muito pano pra batina…

via G1, mas com atualização do El Mañana

3 opiniões sobre “Freiras Peladinhas”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>